O Estilo icónico de Audrey Hepburn

Clássica e um toque inconfundível de personalidade

Audrey é um ícone de moda, personalidade forte, elegância, bem vestir e determinação.

Partiu em 1993 e deixou um legado intemporal.

Ainda nos dias de hoje, estilistas e criativos tentam a todo o custo dar a vida à imagem de Audrey Hepburn e são mesmo muitas as celebridades que seguem o seu estilo.

Olivia Palermo, Lily Collins, Anne Hathaway ou Natalie Portman são exemplo disso. A sua própria neta, Emma Ferrer, chegou a reinterpretar o estilo da avó numa produção fotográfica em jeito de homenagem (Revista Máxima).

Possuía um estilo que nunca passa de moda.

São várias as características que fazem desta atriz um modelo que ainda é seguido e aclamado por jovens dos 20 aos 70 anos de idade.

Vamos resumir 5 lições de estilo desta mulher, menina e moça:

1. Um vestido preto nunca compromete, já diz o velho ditado;

E Audrey sabia-o como ninguém.

Vestidos pretos, fatos, sabrinas combinados com os seus lenços, jóias clássicas e pérolas revelavam o seu bom gosto e personalidade.

guarda-roupa da atriz belga é composto por peças básicas que definiram a sua assinatura de estilo, todas atemporais:

Calça Cropped

Camisa Branca

Sabrinas ou sapatilhas

Maxi-óculos de sol

Trench Coat

Blusa às riscas horizontais

Calças Jeans

Gola Alta

2. Saber usar o poder dos acessórios;

Os lenços que usava, os óculos de sol grandes, os maxi-colares de pérolas ou os brincos minimalistas, acessórios no cabelo como bandoletes ou ganchos com cristais conferiram o toque de subtileza e sofisticação.

Pode-se usar um vestido preto com saltos altos e brincos compridos e brilhantes com um anel a combinar, o cabelo apanhado e estamos prontas para irmos para uma noite romântica ou festa.

Se utilizarmos o mesmo vestido básico com sabrinas, uns brincos pequenos e o cabelo solto ou apanhado com um rabo de cavalo estamos vestidas para ir trabalhar, passear ou tomar café com as amigas. Criamos um visual mais clássico.

E se pensares como a tua melhor amiga iria conjugar este mesmo outfit e como tu o usarias…seria da mesma forma e com os mesmos acessórios?

3. Escolher as marcas que falam a sua língua;

Hubert Givenchy escolheu a bonequinha de luxo como a sua inspiração e imortalizou o seu vestido preto que foi mais tarde vendido por 800 mil doláres.

Um dos mais icónicos vestidos pretos é o que Audrey usou no início do filme Breakfast At Tiffany’s.

Claro que nem todas temos a possibilidade de ter marcas exclusivas a vestirem-nos, mas com imaginação, gosto e inspirações encontramos este estilo clássico nas lojas como a Zara, a Mango, a Guess e até a Primark.

Por isso, use e abuse da imaginação e criatividade e sinta-se bem.

4. Ter uma imagem de marca

A franja icónica de Audrey é sem dúvida a sua imagem de marca que a distingue de tantas mulheres da época.

Foi um toque de ousadia, irreverência e auto-confiança deste modelo dos anos ’90.

Uma verdadeira ode ao amor próprio que acabou por imortalizar um estilo tão peculiar quanto imitado até aos dias de hoje.

Fontes:

Pinterest

Revista Máxima

Fotos Google


Produtos Inspiracionais

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

0

Your Cart